top of page
  • Foto do escritorFábio Malavoglia

Episódio 38

POÉTICAS PÚBLICAS 3: O CENTRO DO CENTRO

Textos do Episódio

 

Fernando Pessoa Guardo ainda como um pasmo... Guardo ainda, como um pasmo

Em que a infância sobrevive,

Metade do entusiasmo

Que tenho porque já tive.


Quase às vezes me envergonho

De crer tanto em que não creio.

É uma espécie de sonho

Com a realidade ao meio.


Girassol do falso agrado

Em torno do centro mudo

Fala, amarelo, pasmado

Do negro centro que é tudo.

 

Paul Verlaine Le Faune Un vieux faune de terre cuite

Rit au centre des boulingrins,

Présageant sans doute une suite

Mauvaise à ces instants sereins


Qui m'ont conduit et t'ont conduite,

Mélancoliques pèlerins,

Jusqu'à cette heure dont la fuite

Tournoie au son des tambourins...

Paul Verlaine O Fauno tradução de Fabio Malavoglia Um velho fauno de terracota

ri posto ao centro de um canteiro

como um presságio faz chacota

do mal que segue ao dia faceiro


e conduziu-nos nesta rota

de melancólicos viageiros

até esta hora que se esgota

e foge ao som de algum pandeiro...

 

Safo de Lesbos (fragmento “Sobre a tenra erva mal nascida...”) tradução direta do grego de Salvatore Quasimodo Piena splendeva la luna

quando presso l’altare si fermarono:


e le Cretesi con armonia

sui piedi leggeri cominciarono

spensierate a girare intorno all’ara

sulla tenera erba appena nata. Safo de Lesbos (fragmento “Sobre a tenra erva mal nascida...”) tradução a partir da versão de Salvatore Quasimodo Plena resplandecia a lua

quando junto ao altar se detiveram:


e as Cretenses em harmonia

sobre os pés ligeiros começaram

a girar sem pensar em torno ao fogo

sobre a tenra erva mal nascida...

 

Angelus Silesius citado por Jean Ghuzeville in “Mystiques allemands”, pg. 272

Quem escolhe o centro como morada abarca, com um simples olhar, tudo que está a seu redor.

 

Louis Cattiaux A Mensagem Reencontrada, Livro II, versículo 36 ...aquele que está na periferia não pode ver como aquele que está no centro.

 

Ha Jin A Center You must hold your quiet center,

where you do what only you can do.

If others call you a maniac or a fool,

just let them wag their tongues.

If some praise your perseverance,

don't feel too happy about it—

only solitude is a lasting friend.


You must hold your distant center.

Don't move even if earth and heaven quake.

If others think you are insignificant,

that's because you haven't held on long enough.

As long as you stay put year after year,

eventually you will find a world

beginning to revolve around you.

Ha Jin Um Centro tradução de Fabio Malavoglia Tu deves preservar o teu silente centro,

onde fazes o que só tu podes fazer.

Se fanático ou louco os outros te chamarem,

somente deixes que movam as suas línguas.

Se alguém admirar a tua perseverança,

não sintas que és feliz por causa disso —

só tua solidão é a amiga derradeira.

Tu deves preservar o teu distante centro.

Mesmo que céu e terra tremam, não te movas.

Se insignificante os outros te julgarem,

tu não o suportastes ainda o suficiente.

Mas quanto mais ficares ano após ano firme,

eventualmente um mundo é o que encontrarás

começando a circular ao teu redor.

 

Lao Tsé do Aforismo 40

Tudo nasce do que se move, e o que se move do que repousa.

 

Fabio Malavoglia Conversação

Há um ventre

e entrevado

nele um antro

e entrementes

introverso

há um dentro

de um dentro

que é o centro

de outro centro

onde encontro

me se entro.

 

Louis Cattiaux A Mensagem Reencontrada, Livro VIII, versículo 41 De que poderiam nos servir os múltiplos conhecimentos exteriores se ignoramos o centro que os resume todos?


....................................................................


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page