top of page
  • Foto do escritorFábio Malavoglia

Ep. 62 - Cine-rádio-poesia

Atualizado: 14 de jun. de 2023

Sam Sheppard Motel Chronicles Homestead Valley, California, 22/12/79 I knew a guitar player who called the radio "friendly." He felt a kinship not with the music so much as with the radio's voice. Its synthetic quality. Its voice as distinct from the voices coming through it. Is ability to transmit the illusion of people at a great distance. He slept with the radio. He spoke with the radio. He disagreed with the radio. He believed in a Faraway Radio Land. He believed he would never find this land so he reconciled himself to listening to it only. He believed he'd been banned from Radio Land and was doomed to prowl the air waves forever, seeking some magic channel that would reinstate him to his long-lost heritage. *** Sam Sheppard Crônicas de Motel Homestead Valley, Califórnia, 22/12/79 tradução de Bettina Becker Conheci um guitarrista que dizia que o rádio era “amigável”. Sentia uma afinidade, nem tanto pela música, mais pela voz do rádio. Sua qualidade sintética. Sua voz diferente das vozes transmitidas através dele. Sua habilidade de levar ao ar a ilusão das pessoas a uma grande distância. Ele dormia com o rádio. Falava com o rádio. Discordava do rádio. Acreditava numa Terra do Rádio Lá Longe. Acreditava que nunca encontraria esta terra, então se reconciliava consigo mesmo apenas ouvindo. Acreditava que tinha sido banido da Terra do Rádio e que foi destinado a procurar as ondas no ar para sempre, buscando algum canal mágico que o reintegrasse à sua herança perdida.

......................................................................


Vanishing Point (1971) directed by Richard C. Sarafian SuperSoul speech (by actor Cleavon Little) And there goes the Challenger, being chased by the blue, blue meanies on wheels. The vicious traffic squad cars are after our lone driver, the last American hero, the electric centaur, the, the demi-god, the super driver of the golden west! Two nasty Nazi cars are close behind the beautiful lone driver. The police numbers are gettin' closer, closer, closer to our soul hero, in his soul mobile, yeah baby! They about to strike. They gonna get him. Smash him. Rape... the last beautiful free soul on this planet. But, it is written: "If the evil spirit arms the tiger with claws, Brahman provided wings for the dove." Thus spake the super guru.... ***

Corrida contra o Destino (1971) direção de Richard C. Sarafian discurso de MagnAlma (pelo ator Cleavon Little) tradução de Fabio Malavoglia

E lá vai ele, o Desafiador, caçado pelos bandidos de azul, os bandidos de azul sobre rodas. A perversa patrulha da estrada está atrás de nosso piloto solitário, o último herói americano, o centauro elétrico, o... o semi-deus, o super piloto do Oeste dourado! Dois carros nojentos nazistas grudaram atrás do lindo piloto solitário. O número dos tiras cresce e oprime, oprime, oprime nosso herói da alma, e sua máquina com alma, sim baby! Estão quase pra atacar! Eles vão pegá-lo! Vão esmaga-lo! Estripá-lo... a última linda livre alma em todo este planeta... Mas, está escrito: “Se o espírito do mal arma o tigre com garras, Brahman dará asas à ovelha”. Assim falou o super guru... ...................................................................... Paulo Leminski Sintonia para Pressa e Presságio Escrevia no espaço.

Hoje, grafo no tempo,

na pele, na palma, na pétala,

luz do momento.


Sôo na dúvida que separa

o silêncio de quem grita

do escândalo que cala,

no tempo, distância, praça,

que a pausa, asa, leva

para ir do percalço ao espasmo.


Eis a voz, eis o deus, eis a fala,

eis que a luz se acendeu na casa

e não cabe mais na sala. ...................................................................... Ramón Gómez de La Serna de las “Greguerias” Los poetas del passado ya parecían haberse adelantado a los que hablan por radio, porque leían sus poesias ante el micrófono de una rosa en el búcaro. *** Ramón Gómez de La Serna das “Greguerias” tradução de Fabio Malavoglia Os poetas do passado pareciam já ter-se adiantado aos que falam pelo radio, porque liam suas poesias diante do microfone de uma rosa num vaso. ...................................................................... Marshall MacLuhan from Undestanding Midia, , the Extesions of Man Chapter 30 – Radio: The Tribal Drum Radio is provided with its cloak of invisibility, like any other medium. It comes to us ostensibly with person-to-person directness that is private and intimate, while in more urgent fact, it is really a subliminal echo changer of magical power to touch remote and forgotten chords. ***

Marshall MacLuhan de Os meios de Comunicação de Massa como Extensões do Homem Capítulo 30 – Radio: O Tambor Tribal trecho traduzido npor Fabio Malavoglia

O rádio, como qualquer outro meio de comunicação, tem um manto que o torna invisível. Aparentemente apresenta-se de uma forma direta e pessoal, que é privada, íntima, enquanto que naquilo que mais importa é uma câmara de ecos subliminares que tem o poder mágico de tocar cordas remotas e esquecidas. ...................................................................... Marshall MacLuhan from Undestanding Midia, the Extesions of Man Chapter 30 – Radio: The Tribal Drum

If we sit and talk in a dark room, words suddenly acquire new meanings and different textures. They become richer, even, than architecture, which Le Corbusier rightly says can best be felt at night. All those gestural qualities that the printed page strips from language come back in the dark, and on the radio. *** Marshall MacLuhan de Os meios de Comunicação de Massa como Extensões do Homem Capítulo 30 – Radio: O Tambor Tribal trecho traduzido npor Fabio Malavoglia

Se começamos a falar num quarto escuro, as palavras assumem inesperadamente novos significados e diferentes texturas. Elas se tonam mais ricas, inclusive, que a arquitetura, da qual Le Corbusier disse corretamente que podia ser melhor sentida de noite. Assim todas as qualidades gestuais que a página impressa subtraiu à linguagem retornam, na escuridão, e no rádio. ...................................................................... The Warriors (1979) directed by Walter Hill The DJ speech (by actress Lynne Thygpen) All right now, for all you boppers out there in the Big City, all you street people with an ear for the action... I’ve been asked to relay a request from the Gramercy Riffs. It’s a special for the Warriors. That’s the real, live bunch from Coney. And I do mean the Warriors. Here’s a hit with them in mind... *** Warriors, os Selvagens da Noite (1979) Direção de Walter Hill A fala da DJ (pela atrizs Lynne Thygpen)

Tudo certo agora pra vocês todos, valentes aí fora na Grande Cidade, vocês todos, povo da rua com um ouvido pra ação.... Me chamaram pra transmitir um pedido dos Gramercy Riffs. É especial para os Warriors. Essa é a real, a turma de Coney, viva. E eu quero dizer os Warriors. E aqui vai um sucesso, pensando neles... ...................................................................... Good Morning Vietnam (1979) directed by Barry Levinson Adam Cronauer on the radio (by actor Robin Williams)


Good morning, Vietnam!

Hey, this is not a test. This is rock and roll. Time to rock it from the delta to the DMZ! Is that me, or does that sound like an Elvis Presley movie? Viva Da Nang.

Oh, viva, Da Nang. Da Nang me, Da Nang me. Why don't they get a rope and hang me?

Hey, is it a little too early for being that loud? Hey, too late. It's 0600. What's the "0" stand for? "Oh, my God, it's early. Speaking of early,

Picture a man going on a journey beyond sight and sound. He's left Crete. He's entered the demilitarized zone. What is a demilitarized zone? Sounds like something out of The Wizard of Oz.

"Oh no don't go in there!" "Ohhh wee ohh. Ho Chi Minh."

"Oh look you've landed in Saigon. You're among the little people now. We represent the ARVN army, the ARVN army. Oh no! Follow the Ho Chi Minh trail!

Follow the Ho Chi Minh trail!"

"Oh! I'll get you my pretty!"

Oh my God! It's the wicked Witch of the North! It's Hanoi Hannah!

"Now, little GI, you and your little Toto too!" Oh, Adrian. Adrian. What are you doing, Adrian?

Oh, Hanna, you slut. You've been down on everything but the Titanic. Stop it right now!

"I'm melting. My pretty. But hey, here's a little advice.

Don't eat at a restaurant located next to a pound... »

Arf! Let's check in the field now.

"Hey, uh, hi. Can you help me?"

What's your name?

"My name's Roosevelt E. Roosevelt."

Roosevelt, what town are you stationed in?

"I'm stationed in Poontang."

Well, thank you, Roosevelt. What's the weather like out there?

"It's hot. Damn hot! Real hot! Hottest things is my shorts. I could cook things in it. A little crotch pot cooking."

Well, can you tell me what it feels like?

"Fool, it's hot! I told you again! Were you born on the sun? It's damn hot! I saw - It's so damn hot, I saw little guys, their orange robes burst into flames. It's that hot! Do you know what I'm talking about."

What do you think it's going to be like tonight?

"It's going to be hot and wet! That's nice if you're with a lady, but it ain't no good if you're in the jungle."

Thank you, Roosevelt. Here's a song coming your way right now.

"Nowhere To Run To" by Martha and the Vandellas.

Yes! That’s hot! ***


Bom Dia Vietnã (1979) direção de Barry Levinson Adam Cronauer na rádio (pelo ator Robin Williams) tradução (parcial) de Fabio Malavoglia


Bom dia Vietnaaaammmm!

Ei, isso não é um teste, isso é rock’n’roll ! Tá na hora de curtir daqui do delta para a Zona Desmilitarizada! Será que sou eu ou é um filme do Elvis Presley? Viva Da-Nang, oh viva Da-naaang, Da-Nang Da-nang, pegue uma corda e me enforque no tanque. E aí? Tá muito cedo pra falar tão alto assim? É muito cedo! São seis horas da manhã! Meu Deus do céu como está cedo! Imagine um sujeito saindo pra uma viagem pra lá da imagem e do som! Ele saiu de Creta! Ele está entrando na Zona Desmilitarizada! O que será que é uma zona desmilitarizada? Será que tem a ver com o Mágico de Oz? Ah não, não vá pra lá! Ai de mim! Ho Chi Minh! “Veja, veja, você chegou a Saigon! Você está entle o pequeno povo amalelo agola! Somos o exélcito do Vietnam do Sul” Ah, não, siga a trilha de Ho Chi Minh, siga a trilha de Ho Chi Minh, é! “Ah, vou pegar você minha coisa linda!” Oh meu Deus, é a bruxa malvada do Norte, é Hanói Hanna! “Agora, soldadinho, vou pegar você e o seu Totó também” “Ah. Adrian, Adrian, o que você está fazendo?” Oras, Hanna, sua louca, você andou com todo mundo menos o Titanic porque afundou! Para com isso! “Eu vou pegar você, Adrian” Que nada, vamos ver como estão as coisas lá fora “Ei, ei, você pode me ajudar?” Qual o seu nome? “Meu nome é Roosevelt E. Roosevelt”, Roosevelt, e onde você está estacionado? “Estou estacionado onde não posso dizer” [...]E como está o tempo aí? “Está quente, tá muito quente, tá quente pra dedéu...” [...]...”Okei, obrigado Roosevelt, e agora uma música pra você, Nowhere to Run, com Marta e The Vandellas! Essa é quente!.


...................................................................... Se Segura Malandro (1978) Direção de Hugo Carvana Fala inicial do locutor Paulo Otávio (pelo ator Hugo Carvana) Bom dia Rio, bom dia Brasil, no ar mais uma vez a sua diversão de todos os dias, o programa Se Segura Malandro... (música) O Programa Se Segura Malandro é feito para todos aqueles que estão com a corda no pescoço... Se você foi despedido pelo patrão nos procure, se a sua mulher lhe trocou pelo vizinho não faz mal, telefona pra gente que nós lhe arranjamos outra... (música) Bom dia seu Gonçalves, vamos acordar minha gente, cuidado pra não perder a hora.

(música) Vai Calói...

 



3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page